Bem-vindos ao arquivo do Fórum!

Nosso fórum pode ter mudado, mas isto não significa que vamos esquecer de tudo o que veio antes. Neste arquivo, vocês encontram a história da comunidade do League desde a chegada do servidor ao Brasil. Tem de tudo um pouco: discussões, piadas, desenhos, tentativas de identificar as camadas do fórum e muito mais.

Então, navegue pelas lembranças e, depois, participe das discussões que estão rolando neste momento no novo Fórum do League of Legends e divirta-se com os outros membros da nossa Comunidade. Nos vemos lá!

Um abraço,
Ysanne

IR PARA O NOVO FÓRUM


[Fanfic] Guerra (Parte 2)

1
Comment below rating threshold, click here to show it.

turamakonoto

Senior Member

08-29-2014

Bom, parece que curtiram a primeira parte, então vou continuar. Espero que gostem!
(Comentem para o Feedback.)


Citação:
Era manhã. Um fio de luz brilhava no horizonte. Mas não era o sol. Não era nada. Lux estava correndo, com as pernas bambas, não tinha direção, não sabia onde estava, oque deveria fazer, ou até oque a perseguia. Então, trevas. Um vazio pairou sobre seu redor, uma cor negra simplesmente tomou o lugar. Então ele chegou. Uma sombra, com braços como lâminas pairava, flutuando no ar, bem na frente de Lux. Seus olhos eram como fendas, olhar dentro deles era como olhar para outro mundo, simplesmente não se podia explicar essa sensação. Então a criatura foi numa velocidade absurda para perto de Lux, com as lâminas estendidas, prontas para perfurarem tudo em seu caminho. Esse era o fim.

-AAH!!- Lux acordou ereta, suando frio. Ela ainda sentia como se aquele monstro estivesse cravando uma espada em seu peito. Então, depois de alguns segundos, ela se levantou da cama. "Foi só um pesadelo, só um pesadelo...- Lux tentava se acalmar.

Sua mãe entrou no quarto.

=Lux? Está tudo bem? Ouvi você gritar!- A mãe dela fazia aquela expressão de mãe-coruja-preocupada.

-Estou bem, foi só um pesadelo...- Lux sorriu. -Ei, recebemos notícias de Garen?- Lux mudou o sorriso para dúvida com uma ponta de preocupação.

-Ainda não... Estou começando a me preocupar, ele nunca havia se atrasado tanto de uma missão!-

-Pois é... Acho que vou falar com o Rei, ele também deve estar se roendo de dúvidas sobre o motivo desse atraso...- Lux já havia esquecido o pesadelo. Sua mãe saiu do quarto.

Alguns minutos depois, Lux já estava pronta para tudo. Vestiu sua habitual roupa de feiticeira, e a varinha estava pendurada na cintura. Para onde ela olhava, via uma pessoa acenando, depois de suas últimas missões tinha ficado bem famosa em Demacia.

Então ela chegou no Palácio. O Rei estava logo na entrada, falando com Xin Zhao.

-Tem certeza? Nada foi intercept...- A fala de Jarvan III foi interrompida quando ele viu Lux. -Ah, olá Luxanna. Creio que vai perguntar sobre seu irmão.-

-Ah, sim, teve alguma notícia?- Lux começou a acompanha-los.

-Infelizmente, nenhuma nos últimos dias. Mas não é uma demora assim tão longa, tenho certeza que foi só um pequeno erro por parte deles.- Mesmo tendo certeza na voz, o olhar de Jarvan III estava um pouco pesado, o peso da preocupação.

-Mas já fazem 12 dias! Eles nunca atrasaram uma missão tanto assim!- Lux elevou um pouco o tom de voz.

-Eu sei, Luxanna, també...- Jarvan III foi interrompido por um guarda que vaio correndo.

-Meu Rei! Por favor, me siga, é urgente!- A expressão do homem era assustadora de tão desesperado que ele parecia.

Jarvan III, Lux e Xin Zhao seguiram o guarda. Em algum momento, pode-se ver ao longe uma multidão reunida ao redor dos portões que guardavam a entrada da grande cidade.

-Oque diabos?...- Xin começou a falar, e acelerou o passo para ver de perto oque acontecia, deixando Lux e o Rei para trás.

Enquanto se aproximavam, as pessoas abriam caminho, até que chegaram perto o suficiente para ver oque chamava tanta atenção.

Jarvan IV estava entrando, quase que se rastejando. Sua armadura estava quebrada e coberta de sangue. Ele usava metade da espada quebrada como bengala. Não havia ninguém com ele. Ele continuou andando lentamente até chegar perto do pai.

-Tenho péssimas notícias.- Ele deu um sorriso.

A preocupação de Lux se focava no "Onde está Garen?".

Jarvan IV começou a andar em direção ao palácio. Seu pai e Xin Zhao o acompanharam. Lux resolveu segui-los também.

Quando finalmente chegaram, Jarvan IV se sentou em um banco e começou a falar.

-Bom, acho que tenho algumas perguntas para responder.- Jarvan começou.

-Realmente tem. Oque aconteceu?- Jarvan III estava de certa forma aliviado pelo filho ter aparecido, mas preocupado com o resto da equipe.

Jarvan IV começou a contar a história (aquela que vocês leram na parte 1), dando um certo ênfase para seus atos de heroísmo. Ele parou na parte "Então eu desmaiei, e só lembro de ter acordado perto daqui."

-Isso é muito estranho.- Foi a frase de Xin.

-Eu vou falar pessoalmente com aquele filha da mãe do Swain.- Jarvan III estava bastante enfurecido. -Ele os levou para uma armadilha!-

-Você acha?- Jarvan IV soltou um sorriso. -Acho que deve se preocupar em como Noxus domesticou um demônio.-

-Ele já foi visto em Freljord. É outra criatura do Vazio.- Xin Zhao parecia com tanta raiva quanto o Rei.

-É impossível aquilo ser do Vazio, aqueles monstros são impossíveis de ter como aliado. Eles só querem destruir.- Jarvan IV estava com um olhar sereno, como se estivesse tudo bem.

-Mas e Garen?- Lux disse de repente.

-Eu não sei, só lembro de ter desmaiado, Lux.- Jarvan IV fez uma expressão de culpa. -Eu deveria ter enfrentado aqueles malditos...-

-Se você fizesse isso provavelmente estaria morto. Agora só quero saber oque Katarina fazia lá. Vou falar com Swain. Xin, prepare alguns homens, vamos para Nox...-

-Não acha melhor uma missão silenciosa?- Jarvan IV sugeriu, interrompendo o Rei. -Se eles estão metidos em algo desse nível, não contariam para nós assim. Seria melhor enviarmos uma equipe espiã.-

-O Instituto não aprovaria. Precisamos falar com eles, algo assim com certeza é de interesse do instituto.- Jarvan III veio com sua conversa sobre diplomacia, e blá blá blá, mas claro que Jarvan IV não iria se render tão fácil.

-Pai, eles tentaram me matar, levaram Garen e mataram todos os outros, não podemos perder tempo com isso. Se Noxus vai começar uma guerra, precisamos nos prevenir.-

-A Guerra vai começar se formos até lá. Se quebrarmos as leis de nada servirão os Campos da Justiça.-

-Mas não vamos falhar, Demacia tem os melhores guerreiros. Podemos pedir a Quinn que mande Valor, seria bem mais seguro.-

-Não, vocês não vão. Isso é assunto pro instituto, não posso permitir que façam tal coisa.- Jarvan III fez um tom de autoridade. -Agora vá descansar, vou falar com o Instituto.-

Lux se retirou do lugar, não havia mais nada pra ouvir lá.
E é claro que ela não iria esperar o irmão aparecer.

Depois de alguns segundos, ela percebeu que Xin a seguia.

-Você vai, né?- Ele perguntou, se aproximando.

-Claro, não vou esperar Garen morrer para ser encontrado.-

-Vai sozinha?-

-Sim, embora tenha um certo medo e Noxus...-

-Espera, nunca foi lá?- Xin pareceu surpreso com isso.

-Nunca tive motivos para ir.-

-Então só posso desejar boa sorte. Bom, adeus, espero que encontre Garen.- Xin se despediu e regressou seu caminho.

Lux voltou para casa.

-Então, oque o Príncipe disse?- Sua mãe chagou animada.

-Infelizmente não tinha noticias sobre Garen. Aparentemente, Noxianos sequestraram ele.-

-Oh meu Deus, Noxianos? E oque o Rei vai fazer a respeito?- A Mãe ficou com um tom de muita preocupação.

-Nada. Ele não vai fazer nada. Mas eu vou.- Lux disse num tom de absoluta certeza.

-Oque?- Sua mãe disse incrédula. -Luxanna, você não pode simplesmente ir lá e libertar Garen! É perigoso demais!-

-É melhor que deixa-lo lá para morrer.- Lux disse com mais certeza ainda. -E sabe que não vai me impedir.-

-Mas filha...-

-Não se preocupe, você sabe que eu consigo.- Lux soltou um sorriso.

Depois de alguns minutos, Lux estava pronta para sair.

-Adeus!- Ela se despediu.

-Boa sorte!- Sua mãe respondeu.

Lux caminhou caminhou um pouco até chegar nos portões da cidade. Um pouco do sangue de Jarvan ainda estava no chão.

Ela saiu, mas só tinha um pequeno problema. Lux não sabia onde era Noxus.

-Onde será que fica?- Lux ficava falando em voz baixa. -Bom, é melhor perguntar para alguém.- Lux olhou ao redor, só viu alguns guardas que se afastavam indo no caminho oposto a ela. -Parece que terei de achar sozinha...-

Lux caminhou por vários minutos, até ver bem ao longe uma construção conhecida. Uma enorme torre , com uma cidade em cima.

-Piltover!- Ela exclamou. Diferente de Noxus, Piltover era uma cidade bem conhecida por Lux. -Se tem um lugar onde posso descobrir onde fica um lugaa...!!!- Um passo em falso e Lux tropeçou numa pedra. O problema não era exatamente a queda, e sim o barranco. Lux caiu rolando, sem poder nem reagir, mas ao chegar no fim caiu em algo macio, uma pessoa.

-Ai...-

-Ah, me desculpe, sério, eu tropecei e...- Lux ficou sem fala ao olhar em quem tinha caído. -Ezreal?-

Ezreal logo esqueceu a dor e encarou Lux.

-Luxanna? Fazendo oque em Piltover?-

-Procurando informações, e sabe, tenho certeza absoluta que você as tem.- Lux deu um sorrisinho irônico.

-E de que tipo de informação precisa?- Ez respondeu com outro sorriso.

-Quero saber onde fica Noxus.-

-Oque? Sério que não sabe onde fica?- Ezreal ficou incrédulo por algum momento. -Espera, está querendo oque com Noxus?-

-Garen foi sequestrado, e Jarvan III não quer fazer nada a respeito.-

-Humph, como odeio esses Noxianos. Bom, se quer salvar Garen vai precisar de ajuda.- Ezreal se levantou, e estendeu a mão para ajudar Lux.

-E conhece alguém que quer ir numa missão tão suicida quanto invadir a cidade mais bem armada para resgatar um soldado?- Lux agarrou a mão de Ez e se levantou.

-Ta vendo aquela cidade lá atrás? Qualquer um de lá toparia numa boa.- Ezreal disse rindo.

-Então, vai me levar ou n...- Lux foi interrompida por um zumbido. -Espera, ta ouvindo isso?-

Um zumbido agudo cortava o céu. Então, do nada, um projétil caiu sobre a cidade. Em seguida veio a explosão.

...


Comment below rating threshold, click here to show it.

TheDeadlyScythe

Senior Member

08-30-2014

Posso dizer uma coisa?
I-ra-do.


Comment below rating threshold, click here to show it.

turamakonoto

Senior Member

08-30-2014

Citação:
LadyGamer:
Posso dizer uma coisa?
I-ra-do.

Vlw!


1