Bem-vindos ao arquivo do Fórum!

Nosso fórum pode ter mudado, mas isto não significa que vamos esquecer de tudo o que veio antes. Neste arquivo, vocês encontram a história da comunidade do League desde a chegada do servidor ao Brasil. Tem de tudo um pouco: discussões, piadas, desenhos, tentativas de identificar as camadas do fórum e muito mais.

Então, navegue pelas lembranças e, depois, participe das discussões que estão rolando neste momento no novo Fórum do League of Legends e divirta-se com os outros membros da nossa Comunidade. Nos vemos lá!

Um abraço,
Ysanne

IR PARA O NOVO FÓRUM


Capítulo 3 - Quando a Mais Estranha Mudança Acontece

1
Comment below rating threshold, click here to show it.

Master 7P

Member

09-15-2014

No dia combinado pelo Inventor Adorado, Mateus acordou com um humor diferente: Junto com o receio habitual, ele sentia uma animação incomum. Claro, quando uma pessoa sabe o que vem pela frente, é muito mais fácil ver o lado bom das coisas. Então, para ter energia, Mateus levantou da cama e foi direto para a cozinha tomar café. Ao chegar na cozinha, o bolinho já o esperava com uma carta ao lado.

Bom dia!

Espero que esteja tão animado quanto eu! Tentamos melhorar o gosto do bolo, tomara que você goste de chocolate. O campeão que escolhemos é humano, e não usa magia, assim como Garen(Não queremos abusar logo do começo, estamos jogando recuado aqui. Não graças ao químico responsável, devo dizer). Porém, desta vez, há uma diferença crucial- e é surpresa! Divirta-se!

Prof. Heimerdinger

Mentalmente, ele agradeceu pela mudança no gosto. O último não tinha gosto de nada. Mas a surpresa preocupava-o um pouco. O que ele iria virar desta vez? Mateus lembrou que o Instituto estaria observando caso algo de errado acontecesse. Com este pensamento, Mateus relaxou, tomou seu café com calma, e quando se sentiu pronto, pegou o bolo e comeu em três mordidas. Ao terminar de engolir, Mateus sentou-se e aguardou. E aguardou. Nada. Ele percebeu que ainda estava com o calção de dormir e sem camisa. Será que o bolinho falhou? Ou era feito por pessoa? Mateus lembrou que o Instituto o observava enquanto ele ainda estava desarrumado, então ele foi se vestir.Dez minutos depois, ele saiu do quarto arrumado, e resolveu ver TV. Mateus resolveu trancar a matrícula na faculdade enquanto os testes aconteciam, só não avisou aos seus pais. Trocando os canais, ele parou em um filme que parecia interessante. Cinco minutos depois, ele se espantou consigo mesmo. Ele estava vendo um romance meloso, incrivelmente melodramático. E estava gostando! Como assim? Mateus analisou suas ações desde ter comido o bolo. Ele se incomodou por estar sem camisa, sem sequer estar (muito) frio, ele demorou DEZ minutos para se arrumar, E estava assistindo um drama. Ele sentiu um arrepio na espinha. Essa era a surpresa? "E ele escreveu 'Divirta-se'", Mateus pensou. É claro que era uma diferença crucial que deveria estar escrita na carta.
Mateus estava virando mulher.
Ele olhou para seu próprio peito, e viu indícios de seios crescendo - agora que havia percebido, o processo parecia ter acelerado. Mateus pensou no pior e olhou dentro das calças. Ainda estava lá, graças a Deus. Mesmo assim, seu alívio durou pouco. Um minuto depois de ter olhado, Mateus sentiu um desconforto "lá embaixo".
- Ah, não... - Ele disse sem se atrever a olhar. Quando o desconforto passou, ele sabia que o pior aconteceu. Ele foi se olhar no espelho, e, novamente, não viu seu reflexo, mas sim uma linda mulher com curvas sensuais e seios de dar inveja. Com uma mistura de espanto, tristeza e um pouco de alegria, Mateus percebeu que ele - aliás, ela - era "gostosa". Ele, quando homem, nunca classificou as mulheres pela beleza ou pelo corpo. Porém, olhando para si mesmo(a), não conseguiu chegar em outra conclusão. Como raios isso aconteceu?! Ele não se importava em ter os poderes de uma campeã, mas ele tinha mesmo que ser mulher pra isso acontecer?!
- Hilário, professor. O senhor vai me pagar. - Disse Mateus, em voz alta e muito mais aguda do que de costume. Ela, enquanto mulher, não se agradava com o próprio nome masculino - e se irritava por isso. Decidiu que, enquanto fosse mulher, seu nome seria Sofia, escolhido a contragosto entre muitos que pensou. Assim, conformada com seu novo e, esperava, temporário sexo, Sofia procurou por sinais de alguma arma ou objeto estranho ao seu redor. Sofia coçou a cabeça, e achou incomodo. Ela queria cobrir a cabeça, estava se sentindo desconfortável somente com os recém-adquiridos longos e lisos cabelos soltos. Foi de bicicleta ao shopping, para comprar um chapéu. Quando chegou lá, comprou uma linda cartola roxa, e ficou óbvio para ela quem foi a campeã escolhida. Pensando melhor na presente situação, ela resolveu comprar algumas roupas femininas, porque ela não iria ficar andando por aí com roupas largas de homem. 15 minutos e duas sacolas cheias depois, Sofia estava olhando a seção de roupas íntimas (Com um pouco de vergonha, teve que admitir; O corpo era de mulher, mas a cabeça ainda era de homem.) quando viu uma mulher colocar uma linda blusinha dentro da bolsa e ir em direção à porta.- Ei, você aí, espera! - A multidão atrapalhava o movimento e abafava o som. Mesmo assim, a ladra ouviu Sofia, olhou para trás e viu quem chamava. Dando um sorrisinho debochado, a mulher se virou e continuou andando.
- Ei, espera! Guarda, aquela mulher roubou uma blusa! - O guarda nem sequer ouviu, e a mulher estava fugindo. Mas Sofia não iria desistir tão fácil. Ela atravessou a multidão com suas compras, olhou ao redor e viu a ladra indo para a escada rolante. Não havia como parar ela daquela distância, mas Sofia estava determinada. "Nenhuma ladrazinha de meia-tigela vai sair impune assim", pensou Sofia, "não no meu turno!". E do nada, a mesma luz que antes era uma espada apareceu nas mãos de Sofia. Mas agora era um lindo rifle de precisão. Sofia deixou as compras ao seu lado, ajoelhou, mirou e atirou. O tiro, aparentemente feito de luz também, acertou a meliante bem na nuca. Ela caiu no chão, nocauteada, dando tempo para Sofia chamar um dos guardas para revistar a bolsa da mulher. Sofia conseguiu manter a ordem novamente! "Novamente?", ela pensou, "Eu nunca fiz um negócio desses antes... O bolinho afeta meus pensamentos também?" Sofia pedalou para casa,e quando chegou, sentiu-se cansado. Usar o rifle gastou sua energia. Sofia pôs suas compras em cima da mesa, foi até o quarto e capotou, sem conseguir pensar em mais nada.

Prólogo: http://forums.br.leagueoflegends.com/board/showthread.php?t=282102
Capítulo 1: http://forums.br.leagueoflegends.com/board/showthread.php?t=283022
Capítulo 2: http://forums.br.leagueoflegends.com/board/showthread.php?t=286697


Comment below rating threshold, click here to show it.

TheDeadlyScythe

Senior Member

09-15-2014

Caitlyn es OP :P
(só queria ver como ele agiria se tornando o personagem que ele mais odeia... heh)


Comment below rating threshold, click here to show it.

Master 7P

Member

09-17-2014

hummm... será uma parte interessante...mas estou guardando para mais tarde XD


1