Bem-vindos ao arquivo do Fórum!

Nosso fórum pode ter mudado, mas isto não significa que vamos esquecer de tudo o que veio antes. Neste arquivo, vocês encontram a história da comunidade do League desde a chegada do servidor ao Brasil. Tem de tudo um pouco: discussões, piadas, desenhos, tentativas de identificar as camadas do fórum e muito mais.

Então, navegue pelas lembranças e, depois, participe das discussões que estão rolando neste momento no novo Fórum do League of Legends e divirta-se com os outros membros da nossa Comunidade. Nos vemos lá!

Um abraço,
Ysanne

IR PARA O NOVO FÓRUM


[Fanfic] As chamas se apagam (Ato 1)

1
Comment below rating threshold, click here to show it.

Guardião do Caos

Senior Member

01-31-2015

Alguns dizem que Lissandra sucumbiu ao gelo por mais poder, que os seres acima das nuvens guerrearam por assuntos políticos, que Morgana e Kayle se odiavam devido ao favoritismo exercido pela família. Eles não ousavam contar a verdade, nem comentar sobre aquele fatídico dia. Eu não sou eles, sentem-se invocadores eu irei lhes contar a verdadeira história.

Ato 1 - A morte da guardiã branca

Valyra era uma bonita jovem que vivia acima das nuvens com parte de seu povo, perdeu sua mãe um mês depois de nascer, sendo criada pelo pai. Um poderoso arcanjo conhecido por ceifar e escoltar as almas para seu determinado destino.

Assim como seu pai, Valyra desempenhava desde seus 5 anos um importante papel, trazer a vida e a alegria para o mundo dos humanos. Era conhecida por seu povo por guardiã branca, pois era responsável por manter a chama branca viva.

Ela acabará de completar 18 anos, no mesmo dia que aconteceria um eclipse solar. (Vocês entenderam mais para frente)

Nyron - "Ansiosa pela sua primeira visita oficial a Runeterra filha?"

Valyra - "Vou te dar uma dica, hoje é o dia da convergência "

Nyron sorriu, segurou o braço da filha que ameaçava sair do quarto e faloiu:

Nyron - "Esse dia é muito importante Valyra, as duas civilizações precisam de nós para sobreviver, lembra como funciona?"

Valyra - "Sim, estudei isso com você por vários anos e nós últimos dias a tia Kayle e a tia Morgana."

Nyron - "Ótimo, então cite para mim seu ensinamento"

Valyra - "Claro. No topo do monte Targon, vivem dois povos. Os Solari, que necessitam da chama branca combinada com o sol para sobreviver, e os Lunari que precisam do senhor, da chama negra e da força da lua."

Nyron assentiu, dando sinal para Valyra continuar.

Valyra
- "De 20 em 20 anos, uma convergência é feita sobre a influencia do eclipse solar. Onde o guardião negro e a guardiã branca precisam unir as chamas e purificar os amuletos. A chama branca pode ser manuseada por qualquer mulher que for pura de coração, porém a chama negra só pode ser manuseada pelo senhor que foi desde o nascimento foi escolhido para ser a morte"

Nyron - "Muito bem. Só não use esses termos de guardiões, são rótulos horríveis dados para nós."

Valyra - "Tinha esquecido disso, desculpe... Vamos?"

Nyron - "Sim"

***

Valyra - "Foi mais bonito do que eu pensei. Eu só queria ter asas como o senhor para que ficasse mais bonito"

Nyron - "Já disse e repito, você não precisa de asas para voar ou ficar bonita. Você é minha filha. Enfim, a orquestra Lunari é linda não? "

Valyra - "Muito, só ficaria mais perfeito se a presença dos Solari deixasse mais calor. Essa onda de frio está me matando."

Foi quando Nyron se deu conta do que estava acontecendo. Ele virou sua cabeça para o seu e viu Kayle voando e gritando desesperadamente em direção a ele. Mas já era tarde demais, um estilhaço de gelo negro atravessou o peito de Valyra, todos ficaram em silêncio, chocados com o ataque. Nyron rapidamente segurou sua filha, aos prantos e desesperado, ele não podia fazer nada. Teria que guiar a alma da própria filha para o véu.

Valyra - "Pai..."

Nyron - "Estou aqui filha, estou aqui"

Valyra - "Canta pra mim pai... a história da múmia..."

A orquestra conhecia a música e começou a tocar a triste melodia.

Nyron - "Every child in Valoran has heard the tale before
About the cursed mummy boy who felt his heart no more
So sad and lorn, the helpless lad, Amumu was his name
He ventured out to find a friend and learn about his bane"


Ele não conseguiu terminar a música, a cabeça de Valyra tombou para o lado com os olhos encarando o vazio. Ele ficou mudo, sua bela voz espalhou a tristeza para todos. Eles sabiam, a guardiã branca estava morta e a chama se apagou.

Uma risada foi ouvida assim que Kayle pousou perto da sobrinha. Nyron permaneceu parado, só pronunciou uma única palavra.

"VOCÊ"


Continua...

Citação:
Hey pessoas, eu voltei. Espero que gostem do meu "conto". Caso gostem deem o +1 e espalhem para os coleguinhas... e sim eu coloquei a canção do amumu em inglês, ela soa melhor. Enfim, vejo vocês no próximo conto ou nos campos de justiça. (Riot, comente minha história ;-


Comment below rating threshold, click here to show it.

Ember Amber

Junior Member

02-01-2015

Continua, ficou muito bom!


Comment below rating threshold, click here to show it.

TheDeadlyScythe

Senior Member

02-01-2015

Como sempre, suas fanfics são fodas.
Continua que tá bem legal!


1