Bem-vindos ao arquivo do Fórum!

Nosso fórum pode ter mudado, mas isto não significa que vamos esquecer de tudo o que veio antes. Neste arquivo, vocês encontram a história da comunidade do League desde a chegada do servidor ao Brasil. Tem de tudo um pouco: discussões, piadas, desenhos, tentativas de identificar as camadas do fórum e muito mais.

Então, navegue pelas lembranças e, depois, participe das discussões que estão rolando neste momento no novo Fórum do League of Legends e divirta-se com os outros membros da nossa Comunidade. Nos vemos lá!

Um abraço,
Ysanne

IR PARA O NOVO FÓRUM


League Judgment: Shaco, the Demon Jester

1
Comment below rating threshold, click here to show it.

Morticio

Junior Member

08-11-2012

Candidato: Shaco
Data: 5 de Agosto, 22 CLE

Observação

Uma silhueta humanoide adentrava o Grand Hall com passos silenciosos, preenchendo o corredor vazio com um ar mais gélido e macabro do que o mesmo costuma ter. Na medida em que essa silhueta se afastava da luz emitida pela entrada e chegava mais perto de seu destino, os pequenos detalhes da figura assombrosa ganhavam mais nitidez: a primeira coisa que merecia mais destaque do que qualquer outra era o sorriso exageradamente largo e não-natural no rosto do visitante pálido e excêntrico. Quando os poucos raios de luz criavam coragem para revelar mais características assustadoras daquele que se movia vagarosamente, alguns deles ousavam até mesmo presentear suas adagas com um brilho que só conseguia ser ofuscado pelo brilho de seus olhos que praticamente imploravam por um pouco de sanidade a cada piscada.

A ideia de que tudo aquilo era uma perda de tempo só deixava Shaco mais chateado e, embora estivesse empunhando suas armas com certa determinação e de uma maneira muito perigosa, ele tinha absoluta certeza de que nenhuma gota de sangue ia se dar ao luxo de visitar aquelas lâminas extremamente afiadas. O único motivo dele ter concordado com esse ritual frustrante era porque ele tinha a esperança de se divertir um pouco.

Shaco finalmente parou de se mover quando chegou perto suficiente para ler a inscrição cravada no arco de mármore logo acima da porta que dizia “O verdadeiro inimigo encontra-se dentro”. Shaco sentiu um certo calafrio que o fez ficar mais ansioso e sorridente e, com um movimento rápido, chutou a porta e entrou.

Reflexão


O lugar estava completamente tomado pela escuridão e o olfato de Shaco foi o único sentido presenteado com um odor ao qual ele já estava acostumado: o de sangue. Pra sua felicidade, esse maravilhoso cheiro conseguia se tornar mais familiar uma vez que ele estava misturado com o cheiro de lama e, curiosamente, de enxofre. Cerca de alguns metros à frente uma poltrona vermelha pouco convidativa ganhava uma iluminação vinda de lugar nenhum. O palhaço observou a mobília por alguns segundos e começou a andar vagarosamente e distraidamente em sua direção.

Depois de alguns passos ele começou a tropeçar em algumas coisas que estavam largadas no chão. Essas coisas eram pesadas e pareciam estar molhadas. Num piscar de olhos, a escuridão se dissipou e revelou uma floresta imensa e sem fim. Diferente das outras florestas, essa em específico tinha corpos de pessoas mortas cobrindo completamente o chão e algumas poças de sangue; em mais da metade dos troncos das poucas árvores que não estavam pegando fogo podia se ver corpos de crianças pregados e ainda pingando sangue. Shaco pareceu simplesmente ignorar tudo aquilo e continuou com os olhos fixos na poltrona enquanto caminhava vagarosamente em sua direção, passando por cima da maioria dos corpos e chutando alguns pros lados.

Com um ar de decepção e certa frustração, a floresta simplesmente desapareceu, abandonando novamente a figura e a mobília num escuro indescritível. Alguns segundos depois, uma nova cena se materializou: uma aldeia. Tão convidativa quanto a floresta, a aldeia também possuía os mesmos aspectos que qualquer humano normal tentaria evitar: uma grande quantidade de corpos cobertos por sangue espalhados em todos os lugares. Shaco soltou um suspiro irônico e continuou andando com indiferença. Foi a vez da aldeia se frustrar e dar espaço para as ruas de um outro vilarejo, que depois deu espaço para alguns becos escuros e pouco convidativos, que deu espaço para outros tantos palcos de chacinas repletos de corpos e sangue.

Quando apenas pouquíssimos metros de distância eram as únicas coisas que separavam Shaco e a poltrona, o escuro novamente tomou conta do lugar e uma voz fria e não-humana se revelou por trás da mobília:

- Você é realmente uma criatura fascinante, palhaço.

- A única coisa em todo esse palco dramático que chega perto de me deixar fascinado é o agradável cheiro do seu medo, Summoner.

O clima ficou extremamente pesado e, em questão de milissegundos, uma das adagas de Shaco já estava viajando velozmente em direção à poltrona, que foi imediatamente rodeada por uma aura roxa, tomando conta da adaga ao encostar nela e fazendo-a mudar de direção, atingindo a testa do palhaço que, instantaneamente, explodiu e disparou centenas de facas em todas as direções. A medida em que as facas adentravam mais a escuridão, elas simplesmente eram tomadas por um fogo roxo e desapareciam. A poltrona, ainda intacta, já não estava mais rodeada pela aura roxa, e Shaco estava quase sentado nela, dando gargalhadas enquanto tentava falar algo.

- Vocês são patéticos, sabiam? Possuem tanto poder e ainda conseguem ser mais tediosos do que aqueles humanos detestáveis.

Dessa vez o Summoner havia ganhado uma outra voz, uma voz mais calma e acolhedora, uma voz velha e rouca.

- Sabemos como se sente, Shaco. Sabemos o objetivo da sua existência. Sabemos muito mais do que você consegue imaginar.

- Uh, sabem mesmo? – O palhaço fingiu um tom de surpresa e de preocupação e, mesmo ele sendo extremamente convincente, era óbvio que ele já tinha previsto tudo aquilo e que a situação estava longe de ser algo sério pra ele ou muito menos de fugir de seu controle. - Sabem qual a parte mais frustrante de tudo isso? Vocês realmente pensaram que eu seria como todos os outros. Que vocês iriam vasculhar minha mente em busca de algo que nem mesmo vocês sabem o que, e que depois disso eu me sujeitaria às suas regras e aceitaria vocês como meus superiores. Tudo isso me deixa chateado e única coisa que vocês Summoners pensam que sabem é aquilo que eu quero que vocês pensem, e todas essas tentativas fracassadas de me deixar comovido são a prova disso... vocês acham que sabem quem eu realmente sou? Que conhecem meu passado?

Depois de se recuperar de tantas risadas que não paravam de dividir espaço com o tom sarcástico e irônico do seu discurso, Shaco levantou calmamente e tateou um pouco suas roupas.

- Não sou eu quem estou entrando na League, são vocês que estão entrando no meu jogo e, na minha opinião, vocês são péssimos jogadores.

- Se sabe de tudo isso, sabe também que apenas um de nós já seria o suficiente para acabar com seu jogo a qualquer momento, não sabe? – Dessa vez um certo tom de nervosismo tomava conta da voz, mas era outra voz, uma voz mais feminina, provavelmente de uma mulher não muito velha e claramente pouco experiente.

- E seus superiores sabem tanto quanto eu que isso não vai acontecer. Tudo vai ocorrer como deve ocorrer e, quando chegar a hora certa, terei o prazer de ver o sangue de vocês escorrendo pela minha lâmina. A propósito, se tudo acontecer como eu acho que vai acontecer, também será um prazer dividir desse sangue com um de vocês três.

O silêncio tomou conta da escuridão. De pouco a pouco a poltrona foi se dissolvendo e a voz fria e desumana voltou a falar, mas dessa vez a voz já não estava mais tão desumana, e a frieza deu espaço para uma voz oscilante e levemente assustada, somente perceptível aos ouvidos de um assassino treinado. - Acabamos por aqui.

As portas se abriram logo atrás de Shaco e a luz o guiou para fora do lugar.


Comment below rating threshold, click here to show it.

Unwilling Fire

Senior Member

08-11-2012

...Eu adoro league judgements...ficou muito bom!


Comment below rating threshold, click here to show it.

Kohrios

Junior Member

08-12-2012

Ficou muito bom cara.
Me deu até vontade de escrever alguma FanFic do LoL.


Comment below rating threshold, click here to show it.

Ydeos

Junior Member

08-15-2012

Muito bem escrito mesmo, parabéns!
verei se consigo fzr alguma também


1